> PPR chegam aos dois dígitos

PROTESTE INVESTE-13 Novembro 2013

PROTESTE
12/03/2014

Alguns fundos de poupança-reforma ligaram o turbo e ganharam mais de 10% no último ano. Descubra as novas Escolhas Acertadas da PROTESTE INVESTE no campo das aplicações de reforma.

 

No global, os fundos PPR ganharam 5,1% nos 12 meses que terminaram no final de setembro. Mas há diferenças a destacar nas várias categorias. Por exemplo, os que mais valorizaram foram os que têm maior percentagem de ações (6%, em média). No geral, foi o Alves Ribeiro PPR que mais ganhou (21,7%), seguido do Espírito Santo PPR (12,2%). Ambos apresentam também boas performances em períodos mais longos (10,6% e 7,5%, respetivamente, a 5 anos).

Mas nem todos os fundos de reforma registaram um bom desempenho neste período: 2 PPR perderam valor nos últimos 5 anos. Trata-se do Santander Poupança Investimento FPR (-0,3%) e do PPR Património Reforma Equilibrado (-0,5%).

Depois do rendimento, um dos nossos critérios na seleção das Escolhas Acertadas são as comissões. Esta é das categorias de fundos com maiores custos para o subscritor, especialmente na subscrição por cada entrega e na gestão. O fundo Optimize Capital Reforma PPR Acções não tem comissões de subscrição nem resgate.

Quanto à comissão de transferência dos PPR é, no máximo, de 0,5% e apenas permitida nos produtos de capital garantido, como a maioria dos seguros. Se já tem um PPR e o desempenho deixa muito a desejar, deve transferi-lo para um PPR mais rentável e com menos comissões.

PROTESTE INVESTE

/media1201/610c71ab428b7aaf485d5cac765771fa/